Pesquisa realizada entre os cidadãos que usam os serviços da Defensoria Pública aponta mais de 82% de satisfação

Por Assessoria de Comunicação em 22 de setembro de 2021

A Defensoria Pública de Minas Gerais divulga os primeiros resultados da pesquisa realizada para avaliar o grau de satisfação dos serviços prestados pela Instituição aos cidadãos.

Cerca de 82,54% dos cidadãos atendidos entre 8 de julho a 31 de agosto de 2021 pela Defensoria Pública, na Capital e no Interior do Estado, se demonstraram satisfeitos com o serviço.

Ao final de cada atendimento, o cidadão foi direcionado à enquete para avaliar, entre outros, a qualidade do serviço e das informações prestadas e o tempo de atendimento.

Quanto ao atendimento do defensor público, 85% dos cidadãos responderam de forma positiva à pesquisa. Em relação ao atendimento geral, 80% dos entrevistados se declararam satisfeitos.

Outros pontos também foram bem classificados pelos cidadãos, tais como: pontualidade (90,26%), gentileza (84,26%), duração do atendimento (80,09%) e limpeza do ambiente (93,49%).

Planejamento Estratégico

A pesquisa integra um dos 30 projetos previstos no Planejamento Estratégico 2018-2023 da DPMG e tem por objetivo conhecer a opinião qualificada do cidadão assistido para buscar a prestação do serviço mais adequada e condizente com as necessidades da população.

A inciativa foi desenvolvida pela Defensoria-Geral em parceria com a Corregedoria-Geral e a Superintendência de Tecnologia da Informação (STI).

O defensor público-geral de Minas Gerais, Gério Patrocínio Soares, registra que a implementação do Planejamento Estratégico na DPMG vem resultando no crescimento da Instituição, qualificação dos serviços, especialmente do atendimento ao cidadão mineiro.

Para Gério Patrocínio, os investimentos em Tecnologia da Informação e Comunicação são importantes passos para a concretude ao Planejamento Estratégico 2018-2023 da DPMG.

“O cumprimento de mais um projeto do Planejamento Estratégico demonstra o compromisso com a implantação de medidas de governança e de gestão. A pesquisa de satisfação, permite não só conhecer e atuar em pontos específicos para a contínua qualificação do trabalho prestado pela DPMG, mas também, ressignifica o papel do nosso assistido dentro da estrutura, não sendo mais apenas o destinatário dos nossos serviços, mas o sujeito efetivo de direito”, afirma Gério Soares.

Instrumento de avaliação

De acordo com o corregedor-geral da DPMG, Galeno Gomes Siqueira, a pesquisa tem se revelado importante instrumento de aferição do grau de satisfação da população com os serviços prestados pela Instituição, permitido o direcionamento de ações para a busca da melhoria contínua da qualidade destes serviços.

“O que se extrai deste segundo relatório é que o grau de satisfação ronda os 80%, o que é muito bom, ainda mais em um cenário de severas restrições e que estamos no caminho certo. Todos estão de parabéns, defensoras, defensores, servidoras e servidores, e estamos todos juntos na busca de soluções que nos aproximem cada vez mais do cidadão, com a certeza de que ele é a razão de nossa existência”, disse o corregedor-geral.

Cristiane Silva, jornalista DPMG

Compartilhar com:
Tags:

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS