Defensor-geral se reúne com representantes do Ministério dos Direitos Humanos e de associação de comunidades de Brumadinho

Por Assessoria de Comunicação em 7 de outubro de 2021

Nesta quarta-feira (6/10), o defensor público-geral de Minas Gerais, Gério Patrocínio Soares, realizou mais uma reunião com representantes do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos para tratar da proteção de direitos humanos das pessoas atingidas pelo rompimento da barragem da mina do Córrego do Feijão, em Brumadinho.

Pela Defensoria Pública de Minas também participaram a chefe de Gabinete, Raquel Gomes de Sousa da Costa Dias, e o coordenador do Núcleo Estratégico da Defensoria Pública de Proteção aos Vulneráveis em Situação de Crise, defensor público Antônio Lopes de Carvalho Filho.

Representando o Ministério, participaram da reunião o secretário-adjunto de Promoção da Igualdade Racial, Esequiel Espírito Santo; e as assessoras jurídicas da Secretaria Nacional de Proteção Global Jurídica Karoline Aires e Ana Terra.

Estavam presentes ainda os representantes da Associação Comunitária dos Bairros Parque do Lago, Parque da Cachoeira e Alberto Flores (Acopapa), Ademir Caricati (presidente), Lídia Gonçalves de Lima, Vanessa de Jesus e Flávia Antônia da Silva; além do advogado Washington Moreira.

Durante a reunião foram tratadas questões como pedido de auxílio para o reforço da segurança pública e pedido no auxílio para indenização das pessoas das comunidades, em especial, Parque do Lago e Parque da Cachoeira.

Também foram detalhadas à Associação as características do Termo de Compromisso, viabilizado pela DPMG em 2019, para a reparação dos direitos individuais dos atingidos pelo rompimento da barragem sob responsabilidade da empresa Vale.

A reunião foi realizada de forma híbrida, com a presença dos representantes da Acopapa na DPMG – Foto: Marcelo Sant’Anna/DPMG
Compartilhar com:
Tags:

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS